No blog http://tinformando-meus-blogues.blogspot.com.br/ encontrará o meu espaço web

sexta-feira, 25 de abril de 2014

Senador Cristovam Buarque sobre a federalização da educação de base no Brasil (12-11-2013)




Publicado em 14/11/2013
Pronunciamento do Senador Cristovam Buarque, comemorando a aprovação, pela Comissão de Educação, Cultura e Esporte, de projeto de lei de sua autoria, transformando o Ministério da Educação em Ministério da Educação de Base, que cuidaria da educação infantil até o ensino médio. O ensino superior ficaria a cargo do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação.


Alguns trechos:

"Nós não vamos conseguir colocar a educação de base como uma prioridade nacional enquanto não houver uma instância nacional que cuide da educação de base; e hoje nós não temos."

"Vejam que, há pouco tempo, diversos Estados e um número muito maior de Municípios entraram em greve, greve dos professores. Não houve uma palavra do Governo Federal. Nenhuma! Porque isso é coisa de prefeito. Criança é coisa de prefeito. Para o Governo Federal, é peixe que é importante. Aí tem um Ministério para cuidar dos peixes, mas nós não temos um Ministério para cuidar das crianças. "

"Na maior parte dos países onde deu certo a educação de base, havia um ministro responsável por olhar, cuidar, influir na educação de base. Onde não teve isso, não deu certo."

"Qual é o problema de termos alguém ligado ao Governo Federal cuja tarefa seja ficar de olho na educação de base, cuidar da educação de base? Por que isso é ruim? Hoje um jornalista me perguntou por que o Governo e o PT têm sido contra. A razão é muito simples: porque os sindicatos que representam as universidades são contra. Aí, sim, é a pergunta que eu não sei responder: por que eles são contra? Por quê? Por que ninguém foi contra quando se criou o Ministério da Pesca e é contra o Ministério da Criança, da Educação de Base?
O fato é que as entidades sindicais ligadas às universidades são contra, e criança não tem sindicato, não pode pressionar."


"Não há como unificar a qualidade da educação deixando que o Município rico cuide de sua educação e o Município pobre cuide da sua. Só um processo de federalização vai permitir isso, e não há como fazer esse processo sem ter um Ministério que cuide do assunto."

"[...] uma universidade boa não faz uma educação de base boa; mas uma educação de base boa faz uma universidade boa. Não há como ter uma universidade ruim se a educação de base for boa. A educação de base puxa a universidade para cima ou para baixo."

"Demos mais importância ao fato de que a USP caiu do que a importância ao fato de que educação de base não subiu no cenário mundial. Porque nós somos um País [...] que ofereceu carro antes de o povo ter ônibus; agora, oferece universidade antes de o povo aprender a ler, concluir o ensino médio com qualidade. Somos um País que está se iludindo e iludindo a população."

Nenhum comentário: