No blog http://tinformando-meus-blogues.blogspot.com.br/ encontrará o meu espaço web

domingo, 28 de outubro de 2012

Registro de quando ganhamos o 1º lugar no Concurso de Projetos Educacionais da Fundação Julio Moreira

Sergio Sottomaior escreveu: "Registro de quando ganhamos o 1º lugar no Concurso de Projetos Educacionais da Fundação Julio Moreira. Obrigado Irmão João Carlos Cascaes por essa filmagem. Não sabia que ela existia. http://www.rotary4730.org.br/jml1515old/index.php?option=com_content&view=article&id=499&Itemid=123

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Prioridade um



Nossas crianças
No mundo inteiro as crianças são as maiores vítimas das loucuras humanas. É difícil imaginar o que passam em regiões de conflitos religiosos, étnicos, ideológicos, culturais etc.. Misturando tudo encontramos um cenário apavorante. No Brasil, por enquanto, o pesadelo maior é a miséria. Em São Paulo, uma das cidades mais ricas do Brasil e com certeza a mais poderosa, de onde saíram inúmeros candidatos à Presidência da República e muitos presidentes, o cinturão de favelas, sistematicamente pegando fogo (Incêndios em favelas de São Paulo não sensibilizam vereadores, 2012), as cracolândias, os catadores de lixo, gente sobrevivendo sob viadutos ou terrenos ocupados às margens de ruas e avenidas de tráfego intenso encontramos os brasileiros invisíveis, que só servem para o IBGE.
Nossa insensibilidade para os problemas brasileiros é colossal. Nossos intelectuais optaram por abraçar causas importadas (não provocam reações histéricas) e esqueceram o que acontece debaixo do nariz deles.
Criança bem cuidada, alimentada, vigiada e acima de tudo amada suporta muita coisa, do sarampo e catapora ao ambiente complicado, quando isso não acontece viram traficantes, guerrilheiros de causas primitivas, bandidos por ausência de opções. Alguém aceita morrer de fome e frio sem transgredir leis criadas pelas elites?
O pesadelo está entre nós.
Graças a excelentes veteranos do Lions Clube de Curitiba Batel (Melo) e pessoas extraordinárias como o CL e professor Nílson Pegorini (FAE/Bom Jesus) entramos em bolsões de pobreza existentes em Curitiba e região metropolitana. O que descobrimos, em alguns casos, foi estarrecedor. Principalmente em lugares externos à capital, onde a arrecadação de impostos municipais por habitantes é irrisória, falta muito para atender tudo o que seus habitantes precisam.
Nossa política fiscal criou uma dependência absurda de recursos federais, esvaziando os estados e municípios (Um olhar analítico sobre o Brasil, 2011). Mais ainda, incentivos fiscais levaram prefeitos a atrair multinacionais com pouca atenção para o que deixavam de fazer. Essa equação maldosa, muito conveniente para aqueles que pretendem ditar regras aos brasileiros, é uma tragédia para as crianças e jovens que precisam de tudo, desde jardins de infância a escolas e mestres de tempo integral de boa qualidade, sem esquecer espaços comunitários e escolas profissionais de convivência com adultos preocupados com sua gente.
Precisamos criar no Brasil organizações de voluntários com amplitude nacional para pressionar nossos políticos a se preocuparem com o nosso povo. Existe, por exemplo, forte e atuante, a bancada das crianças e dos jovens no Congresso Nacional? Quais são os seus projetos? Tiveram sucesso idêntico ao que a bancada ruralista consegue? Temos resultados concretos ou só discursos? Ou só os patrocinadores de candidatos conseguem algo determinando a seus funcionários políticos o que fazer?
O Lions Clube de Curitiba Batel procura criar projetos com seus parceiros para algumas atividades. Somos poucos, excessivamente poucos para tanto trabalho. Podemos, contudo, além do que fazemos de concreto, colocar em facebook, blogs, youtube e até na imprensa convencional, quando ela nos dá espaços, nossos pedidos de apoio e o esforço de motivação ao voluntariado.
Os projetos e bandeiras vão da defesa das pessoas com deficiência, calçadas, urbanismo à educação e orientações legais a membros de comunidades mal assistidas. Temos os Leos Clubes e queremos fazer mais, assim criamos a Orquestra Filarmônica Lions com a esperança (frustrada por enquanto) de obter mais recursos. Graças à Eletrosul temos uma Escola de Música Lions (Cascaes) atuando em parceria com o IPAB e o Comunidade Escola (Cascaes, Mirante do Comunidade Escola). Nosso próximo projeto, já lançado, é uma campanha para obtenção de instrumentos de música usados (Vamos Fazer Chover Música). Temos a convicção de que assim daremos algo diferente e nobre às escolas públicas e seus alunos mais carentes.
Queremos juntar o valor de ingressos, doações, contribuições de sócios, recursos do (PRONAC) etc. para viabilizar nossas atividades. Elas têm acontecido no limite de nossas possibilidades, podemos muito mais, contudo, se encontrarmos mais parceiros.
O desafio, contudo, é nacional. Não é privilégio do Brasil o desamor pelas crianças, vale a pena ler o livro (Freakonomics) para até descobrir leis extremas para evitar que casais irresponsáveis tenham filhos nos EUA. Nossa obrigação, contudo, é arrumar nossa casa. Ela está moralmente e operacionalmente desorganizada, terrivelmente alienada.
Os brasileiros não são tão sensíveis às questões sociais. Assim vemos até com inveja a Fundação Bill Gates, parceira do Lions Internacional em (Uma Vacina, Uma vida: Iniciativa do Lions Contra o Sarampo) e pensamos quanto nossos bilionários poderiam fazer pelo nosso povo. Aqui optaram por soluções radicais e comodamente ideológicas, sempre na diretriz cruel e escravagista dos primeiros imigrantes que aportaram nesse país continental.
Para resumir: por favor, salvemos nossas crianças.

Cascaes
16.10.2012
Um olhar analítico sobre o Brasil. (2012 de 6 de 2011). Fonte: Brasil - Dados e Fatos: http://brasilfatosedados.wordpress.com/2011/06/30/carga-tributaria-post-a-ser-publicado-8/
Cascaes, J. C. (s.d.). Fonte: Escola de Música Lions - LCC Batel: http://escolademusicalccbatel.blogspot.com.br/
Cascaes, J. C. (s.d.). Fonte: Mirante do Comunidade Escola: http://mirante-do-comunidade-escola.blogspot.com.br/
Fernandes, S. (26 de 9 de 2012). Incêndios em favelas de São Paulo não sensibilizam vereadores. Fonte: Rede Brasil Atual: http://www.redebrasilatual.com.br/temas/cidades/2012/09/apos-68-incendios-em-favelas-em-2012-vereadores-faltam-a-cpi-e-investigacoes-nao-avancam
Freakonomics. (s.d.). Fonte: Livros e Filmes Especiais: http://livros-e-filmes-especiais.blogspot.com.br/2010/05/freakonomics.html
Melo, C. E. (s.d.). Lions Clube Curitiba Batel. Fonte: Distritos Múltiplos "L" - Brasil: http://www.lions.org.br/lionsbatel/
PRONAC. (s.d.). Fonte: Ministério da Cultura: http://www.cultura.gov.br/site/tag/pronac/
The Freakonomics Story. (s.d.). Fonte: Freakomics - The hidden side of everything: http://www.freakonomics.com/about/
Uma Vacina, Uma vida: Iniciativa do Lions Contra o Sarampo. (s.d.). Acesso em 29 de 9 de 2012, disponível em Lins Clubs International Foundation: http://www.lcif.org/PO/our-programs/humanitarian-efforts/measles/index-print.php
Vamos Fazer Chover Música. (s.d.). Acesso em 29 de 9 de 2012, disponível em http://www.lions.org.br/: http://www.lions.org.br/chovermusicacuritiba/index.html



quarta-feira, 10 de outubro de 2012

CONCURSO DE CARTAZ SOBRE A PAZ 4. PLANO DE ATIVIDADE DOCENTE 5. 2ª ETAPA




1.      COLÉGIO ESTADUAL TANCREDO DE ALMEIDA NEVES - EFM
2.        Rua da Tiriva, 88  -  Jardim Santa Tereza   - CEP: 83.401-380 - Fone/Fax: (041) 3656-1375

a.       

3.      CONCURSO DE CARTAZ SOBRE A PAZ

4.    PLANO DE ATIVIDADE DOCENTE

5.    2ª ETAPA

6.      - INSTITUIÇÃO DE ENSINO: Colégio Estadual Tancredo de Almeida Neves – EFM
7.      - TURMAS:  6º e 7º anos do Ensino Fundamental
8.      - PERÍODO: 3º Trimestre

9.    - TEMA: IMAGINE A PAZ

10.  - OBJETIVOS:    
11.  - Expor as regras do Concurso da Paz.
12. - Assistir vídeo sobre “A Paz”.
13.  - FAZER OS DESENHOS NOS CARTAZES

14. - REGRAS:

1)    Os cartazes não poderão ter dimensões inferiores a 33 por 50 centímetros ou superiores a 50 por 60 centímetros. O cartaz não poderá ser montado ou emoldurado.
2)    Cada estudante poderá participar com apenas um cartaz por ano, e cada cartaz deverá ser da autoria de um só estudante.
3)    O trabalho artístico deverá ser criação original e individual do estudante. Não se aceita reproduções.
4)    Aceita-se todas as técnicas.
5)    Os cartazes desenhados a giz, carvão ou pastel deverão ser selados com substância fixadora para que não manchem.
6)    Não plastifique o cartaz.
7)    Não serão aceitos cartazes em três dimensões.
8)    Nada poderá ser colado, grampeado ou afixado de qualquer forma ao cartaz.
9)    Não é permitido o uso de números ou palavras em qualquer idioma no cartaz.
10) As assinaturas ou iniciais dos artistas deverão ser apostas no verso do cartaz.
11) Os cartazes deverão ser feitos em material flexível, para que possa ser enrolado e colocado em um tubo para remessa pelo correio.
12) Não dobre o cartaz.

  1. - PRÊMIO:  O vencedor do grande prêmio internacional receberá uma viagem (acompanhado do presidente do clube patrocinador e de dois familiares) para a cerimônia especial de premiação, que acontecerá durante o Dia do Lions com as Nações Unidas. Durante a cerimônia, o artista vencedor receberá uma placa gravada e um prêmio em dinheiro no valor de US$ 5.000,00.

  1. APOIO: LIONS CLUBE CURITIBA BATEL - Presidente: João Carlos Cascaes
  2. EQUIPE PEDAGÓGICA – Colégio Estadual Tancredo de Almeida Neves

CONCURSO DE CARTAZ SOBRE A PAZ PLANO DE ATIVIDADE DOCENTE 1ª ETAPA



COLÉGIO ESTADUAL TANCREDO  DE ALMEIDA NEVES - EFM
Rua da Tiriva, 88  -  Jardim Santa Tereza   - CEP: 83.401-380 - Fone/Fax: (041) 3656-1375

 

CONCURSO DE CARTAZ SOBRE A PAZ

PLANO DE ATIVIDADE DOCENTE

1ª ETAPA

- INSTITUIÇÃO DE ENSINO: Colégio Estadual Tancredo de Almeida Neves – EFM
- TURMAS:  6º e 7º anos do Ensino Fundamental
- PERÍODO: 3º Trimestre

 - TEMA: IMAGINE A PAZ
  
- OBJETIVOS:    
- Apresentar e contextualizar o assunto PAZ.
- Explicar sobre o Concurso da Paz (regras).
- Repensar as ações e atitudes necessárias à paz.
- Expor os materiais preparados para a introdução ao assunto:
            1) Vídeo: “Tributo à Paz” – Michael Jackson.
            2) Slides: Texto “Sonhei que no mundo havia paz”.
            3) Slides: Cartazes vencedores nos últimos anos do concurso
- Orientar os alunos a iniciarem, em folha sulfite, uma PRÉVIA (esboço) do desenho que planejam produzir para o Concurso de Cartaz.
  
- RECURSOS: TV Multimídia; Materiais selecionados para o concurso.

- ANEXOS:

TEXTO: SONHEI QUE NO MUNDO HAVIA PAZ
“Um dia estava a dormir, e sonhei que havia paz no Mundo. Era assim: as pessoas eram todas amigas e não havia guerras. As crianças brincavam todas sem fazerem grupinhos e todas tinham família. Todas tinham possibilidades para andar no infantário, na escola em todos os níveis de ensino. Não havia invejas, chantagens nem nada que se parecesse. Não havia adultos a fazerem mal às crianças nem a ninguém. Havia apenas Felicidade e Paz no Mundo. Mas quando acordei, percebi que tudo não tinha passado de um sonho.”
(Maria Teixeira – 5ª série)

- O SONHO DA PAZ: Vamos fazer com que a PAZ não seja apenas um sonho... Mas sim presença constante na vida de todas as CRIANÇAS e no coração dos ADULTOS.


APOIO: LIONS CLUBE CURITIBA BATEL - Presidente: João Carlos Cascaes
EQUIPE PEDAGÓGICA – Colégio Estadual Tancredo de Almeida Neves

terça-feira, 2 de outubro de 2012

Jornal do CE Tancredo Neves

Campanha de Conscientização contra a Pichação e o Vandalismo


COLÉGIO ESTADUAL TANCREDODE ALMEIDA NEVES - EFM
Rua da Tiriva, 88  -  Jardim Santa Tereza   - CEP: 83.401-380 - Fone/Fax: (041) 3656-1375

 

              Colombo, PR, 27 de setembro de 2012



  PREZADO(S)

Sabemos que a qualidade da educação é um dos fatores diferenciais não apenas para a formação de nossos jovens mas, acima de tudo, a favor do desenvolvimento de uma comunidade. No entanto, as escolas públicas dependem muito da colaboração daqueles que realmente acreditam em seu potencial, uma vez que não possuem estrutura suficiente para alcançar as melhorias necessárias com recursos próprios. Assim, inúmeros projetos e atividades são desenvolvidos, a fim de melhorar o espaço escolar e o ensino e aprendizagem dos estudantes.
Nesse contexto, o Colégio Estadual Tancredo de Almeida Neves, situado no Bairro Santa Tereza, de Colombo, está fazendo uma Campanha de Conscientização contra a Pichação e o Vandalismo que vem sofrendo. Para tanto, várias atividades paralelas estão sendo realizadas em sala de aula, com participação da Patrulha Escolar e a comunidade local.
Solicitamos seu apoio para o desenvolvimento do Concurso de Desenho com o tema “Vandalismo na Escola”, iniciado há algumas semanas no colégio com o objetivo de despertar nos alunos a atenção acerca da violência contra seu próprio patrimônio educacional. Os desenhos vencedores desta disputa serão grafitados nos muros do colégio, juntamente aos outros desenhos selecionados através do “Concurso de Cartaz pela Paz do Lions Clube Internacional”, realizado paralelamente juntamente aos alunos de 11 a 13 anos de idade.
Contamos com sua colaboração para a aquisição dos prêmios que serão dados aos alunos vencedores do Concurso de Desenho contra o Vandalismo na Escola, que podem ser desde medalhas, troféus e kits escolares, até outros itens de extremo interesse dos alunos, como equipamentos eletrônicos (celulares, Ipods, MP4, tablets, etc), os quais seriam mais uma grandiosa motivação para a participação neste concurso.
Esperamos uma parceria, que certamente fará a diferença e contribuirá de imensa forma na busca por uma educação de melhor qualidade.

Atenciosamente,

Professora Geane Poteriko – Coordenadora do Projeto
Aluna Débora – Representante do 3º Ensino Médio “A”
  Colégio Estadual Tancredo de Almeida Neves